O futebol no mundo

Se existe um esporte que é praticado em qualquer canto do mundo, esse esporte é o futebol. Do frio da Sibéria ao calor da Nigéria, com bolas oficiais ou com bolas artesanais, feitas de meias velhas ou papel, o ser humano encontra forma de jogar futebol.

Esse é um esporte que não conhece classe social nem distingue rico de pobre. O futebol une povos com sua linguagem universal.

Um esporte para todos

A simplicidade das regras e a facilidade de improvisar um local para jogar tornam o futebol acessível a todos os estratos da população e a todas as classes sociais. Claro que campos com dimensões e equipamentos oficiais são dispendiosos e não estão ao alcance de todos, mas é sempre possível ser criativo e jogar futebol com campos e regras adaptadas ao momento e às circunstâncias.

E depois é o talento, o treinamento e a prática que mandam. Não interessa se é rico ou pobre, o jogador de excelência irá se destacar por sua qualidade. Na verdade, é por essa mesma razão que o futebol é considerado um esporte realmente para todos e que permite aproximar pessoas de classes sociais distintas, que de outra forma poderiam nunca vir a contatar umas com as outras.

Qualquer um pode se tornar campeão

Quando um jovem demonstra paixão e qualidades para jogar futebol, ele deverá ingressar em um time minimamente competitivo. Esse time deverá oferecer boas condições de treinamento e treinadores que saibam orientar os jovens. A partir daí, em jogos contra outros times, o jogador poderá dar nas vistas e progredir em sua carreira.

Até o Ronaldo (aquele de Portugal) começou em um pequeno time de uma ilha portuguesa, passando depois para um time de nível nacional, o Sporting Clube de Portugal, até chegar ao momento atual em que seu nome é reconhecido em todos os cantos do planeta.